(11) 2638-2811 info@braddocks.com.br
Vídeos Assine nosso canal no Youtube

Bob (bunny hop)

Aprenda a saltar para se livrar de obstáculos que seriam inevitáveis.


Você conhece o bunny hop ou o Bob? É uma manobra pra você saltar, pular um buraco ou desviar de algum objeto na pista.

Se você não conseguir tirar as duas rodas do chão, aprenda ao menos como tirar a roda dianteira, pois isso resolve grande parte dos problemas. Embora não salve o risco de um aro amassado ou pneu furado na roda traseira, pode evitar um tombo num obstáculo repentino.

Como fazer

Escolha um local seguro para praticar repetidamente. Não tente acertar na primeira e faça movimentos leves. É melhor errar pra menos do que fazer muita força e cair da bike.

Dividimos o aprendizado em quatro fases e cada uma deve ser praticada repetidamente até se sentir seguro antes de ir para a próxima.


1 - Apenas a roda dianteira

Em velocidade baixa, fique em pé sobre os pedais e puxe o guidão para levantar a roda dianteira alguns centímetros do chão. Não se preocupe com a altura, isso virá com o tempo. Trazer o corpo um pouco para trás alivia o peso do guidão e ajuda na hora de puxar.


2 - Apenas a roda traseira

Leve seu corpo um pouco para a frente, apoiando-se no guidão, flexione os joelhos e, em seguida, estenda-os, como se fosse pular, mas encolha as pernas para levantar a roda traseira, puxando os dois pedais simultaneamente e com suavidade.


3 - Duas rodas, dois tempos

Ainda em velocidade baixa, tente levantar uma roda de cada vez, começando pela dianteira. Assim que ela voltar a apoiar no chão, faça o movimento para levantar a roda traseira.


4 - Duas rodas simultâneas

Essa é a fase final do movimento. Flexione levemente os joelhos e os braços e dê um pequeno salto, salte trazendo a bike com você. Tente puxar o guidão e os pedais simultaneamente, de forma que as rodas saiam do chão ao mesmo tempo e atinjam a mesma altura. Amorteça o contato dos pneus com o chão na hora de descer, flexionando novamente os joelhos e braços assim que elas aterrissarem.
Você vai saber que executou o movimento corretamente quando as duas rodas tocarem o chão ao mesmo tempo. Cuidado para não virar o guidão ou inclinar a bike na hora de puxar para cima. Em velocidade mais alta, será difícil corrigir.


Obstáculo de referência

Fizemos as manobras inicialmente sem obstáculo para concentrar a atenção no movimento em si. Ao estar confortável com todas as fases, tente então passar sobre um objeto.

Um graveto já é suficiente pra perceber se você passou sem tocar nele. Ele servirá para acertar a sincronia e verificar se o movimento está correto antes de tentar em obstáculos reais.

Repita cada fase, na mesma ordem indicada. Só passe para a próxima quando estiver acertando todas as passagens.

Para saltar com as duas rodas simultaneamente, venha com mais velocidade, de maneira que você possa ficar no ar tempo suficiente para a bike percorrer a distância necessária.

IMPORTANTE: Em situações reais, prefira cruzar os obstáculos na perpendicular, pois se algo der errado, será mais difícil escapar de um tombo.


E depois?

Saltar mais alto vai te salvar de obstáculos maiores, o que é útil, especialmente nas trilhas. O movimento para alcançar mais altura é um diferente: a roda dianteira sai do chão um pouco antes da traseira e, então, a bike é jogada pra frente para trazer a roda traseira à mesma altura. Isso associado à velocidade, vai resultar em um alcance maior do salto.