(11) 99225-2811 info@braddocks.com.br
Vídeos Assine nosso canal no Youtube

Guidão de speed

Por que o guidão da speed tem esse formato? Conheça as posições de "pegada" e quando usar cada uma.

 

O guidão da speed tem esse formato tradicional porque possibilita diversos pontos para segurá-lo (pegadas), cada um deles com uma função diferente, para serem usados em situações diferentes.

Pegada do manete

A mais comum é a pegada do manete. Com ela, você tem o melhor controle da direção, consegue um certo controle do freio e fica numa posição confortável e que te dá uma aerodinâmica razoável.
É a melhor pegada pra se pedalar em pé numa subida.

Pegada do drop

A segunda pegada é a do drop, que é a parte curva do guidão. Você fica mais abaixado, o que te dá mais aerodinâmica e uma posição melhor pra pegar o manete e ter mais sensibilidade e potência na frenagem.

Ela é indicada em situações de velocidade: nas descidas ou quando você estiver num pelotão. Também deve ser usada em trechos esburacados porque dá mais firmeza no guidão.

Ponta do drop

Uma variação dela é a pegada na ponta do drop, que te permite descansar um pouco o tronco e os braços, mas se distancia do freio. Cuidado para não travar o cotovelo, o que pode te machucar ao passar num buraco.

Pegada superior

A pegada superior é usada para descanso dos braços. Use esta posição quando estiver numa subida longa ou plano sem obstáculos nem ninguém na frente, pois os freios estarão longe do alcance das mãos.

Por ser a posição menos aerodinâmica, ela pode ser usada pra facilitar a vida de um amigo que está cansado, fazendo mais vácuo pra ele.

Nunca pedale em pé nesta pegada porque a direção ficará instável.

Guidão tem tamanho

Assim como outras peças da bicicleta, guidão também tem tamanho. São vários os formatos e as medidas (length, reach, drop) que dependem do ciclista e do seu gosto pessoal, a principal delas é a largura (length), que tem que ser próxima da largura do ombro do ciclista, para que seus braços fiquem paralelos.